O BOM HUMOR INTELIGENTE DA FAMÍLIA

terça-feira, 18 de março de 2008

ORANDO EM FAMÍLIA

ORAÇÃO EM FAMILIA

Jasiel e Ivone Botelho

Depois da reunião de oração em família, papai começou a falar sobre a volta de Cristo e nos contou sobre o arrebatamento, ficamos tão impressionados que meu irmão perguntou: - Mas papai, e nossa casa, os moveis, tudo isso vai ficar para quem? Papai serenamente respondeu: - Bem tudo isto pode ficar com a Severina! ( Severina era o moça que trabalhava em nossa casa já a alguns anos pela qual orávamos pôr sua conversão ) Ela arregalou os olhos assustada e respondeu imediatamente: - Eu não! Eu não quero nada disto, eu não quero ficar!
- Depois de algum tempo ela nos compartilhou que se converteu naquela reunião.
A oração em família sempre foi algo difícil de se manter mas é uma das coisas mais importantes para o lar. “ A família que ora unida, permanece unida” A oração ajuda a construir um lar sólido sobre a rocha. “ Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalha os que a edificam.” Nós, pais, somos sacerdotes do nosso lar e exercitamos o discipulado com nossos filhos através da oração. As maiores feridas da alma são abertas em famílias, lembro-me que a mesa durante as refeições era o lugar de muitas brigas entre as crianças, um dia muito bravo virei para meu adolescente e declarei: - Se vocês continuarem brigando assim eu me retiro da mesa! Ele prontamente me respondeu: Então tchaw pai! Apesar de todos nós cairmos na risada eu e Ivone resolvemos orar juntos sobre o assunto e as brigas diminuíram em nossa casa. A oração em família não é somente para Deus ,mas principalmente para nós, é orando que reconhecemos a soberania de Deus no nosso lar, que Ele é o verdadeiro “paizão” que resolve tudo, quantas vezes meu filho me pediu algo que eu não podia dar-lhe e ao invés de dizer-lhe um não, eu lhe oferecia uma alternativa: Filho papai não pode, mas quem sabe se você pedir ao senhor!? E orávamos juntos. Quantas vezes Deus respondeu. Lembro-me do primeiro emprego do André no Banco do Brasil, um verdadeiro milagre através da oração. Outra vez André pediu uma moto e eu não podia comprar, mas oramos ao Senhor e saímos procurando uma moto usada, dias depois um amigo nos ofereceu uma moto novinha que ele tinha acabado de tirar no consorcio, e sem podermos acreditar André nosso filho estava com uma Honda 0Km. Deus respondeu tantas orações da família. Para Raquelzinha nossa filha, seu primeiro trabalho no Objetivo, seu ingresso na USP, sua ida para os Estados Unidos. Tantas coisas impossíveis para nós como família, mas, possíveis para Deus. O Marquinhos estava para viajar para o exterior e não podia-mos lhe comprar as passagens, oramos juntos e somente no último dia marcado, milagrosamente conseguimos uma passagem por um terço do preço normal, isto aconteceu pela manhã e Marcos viajou a noite para Los Angeles de classe executiva, Ele ria o tempo todo e gritava: Milagre! Milagre! Nossa família emocionada despediu-se dele no aeroporto agradecendo a Deus por responder nossas orações.
Quando oramos em família, a resposta vem em família, uma das maiores preocupações nossas era a conversão de nossos filhos, seria muito triste para nós trabalharmos para a conversão de milhares de jovens e nossos filhos serem perdidos, oramos juntos entregando-os a Deus. Tivemos a alegria de ver um por um deles aceitando Jesus como salvador, mudando assim o rumo de suas vidas. Hoje André é missionário, Marcos deseja fazer o seminário, e Raquel tem uma forte vocação missionária. No principio, o culto domestico era difícil porque as crianças não gostavam muito pois eu seguia o modelo antigo e na ora da oração as crianças dormiam, depois eu e Ivone mudamos o método e passou a ser o momento da família que mais as crianças gostavam, cantávamos alegremente, conversávamos sobre Deus e com Deus. Certa vez quando eu explicava sobre o céu, a Raquelzinha, ainda pequena, quase chorando disse que não queria ir para o céu, eu lhe perguntei porque? E ela concluiu: - Para ir para o céu eu tenho que morrer e ser enterrada e eu não quero ser enterrada! Todos nós rimos, mas eu percebi que estava falando uma linguagem de adulto com as crianças. Orar em família é também conversar com Deus na linguagem de nossos filhos!
“Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração...” Salmos 37;4 Muitas coisas nós como família não tínhamos coragem de pedir a Deus, descobrimos que pelo fato de andar nos caminhos do Senhor e realizar sua obra, Deus graciosamente nos atendia os desejos do coração mesmo sem ler-lhe pedido em oração!
A hora de oração é a hora mais importante da família, quando chega uma visita importante nós afastamos as crianças para não atrapalharem a conversa. Os pais precisam Ter o momento de oração onde as crianças sabem que não podem perturbar por que eles estão falando com alguém importantíssimo.
Finalmente, algo inesquecível foi quando nós, os líderes da missão estávamos orando na nossa sala por um aviamento e uma consagração, nossos filhos entraram e nos disseram: - nós também queremos essa bênção! - e colocamos eles no meio da roda e oramos por todos eles. Deus nos visitou profundamente naquela tarde.
Não há tempo melhor do que aquele que passamos juntos com a nossa família em oração e comunhão com Deus, Não há nada melhor que abrir o coração para Deus e conversar com Ele em família.

Um comentário:

blogger do ayres disse...

oi, gostei muito da postagem mexe com a pessoa que a lê.